Pesquisar este blog

Yoga Tradicional

Estar Bem De Corpo e Alma


Pensando a cerca de Deus fiz uma importante descoberta. 
Descobri que ao contrario do que somos habituados a pensar Ele não è uma pessoa maior do que nos, com os mesmos pensamentos e sentimentos. Ele é uma energia infinita que está em tudo, inclusive nas nossas mentes.
O famoso tempo de Deus é o tempo de que precisamos para nos convencermos que podemos uma coisa. Se acreditamos imediatamente as coisas acontecem imediatamente, se pensamos que precisamos esperar mais um pouco então as coisas tardam mais a se concretizar.
Se ao contrário  pensamos que uma coisa é impossível então ela nunca se concretizarà. 
Quando oramos estamos somente repetindo um pedido em modo de convencer a nossa mente que aquilo è realmente  o que queremos e que podemos obter, desse modo a nossa mente se convence que aquilo è real e a coisa se transforma em realidade.
Quando oramos saímos de uma zona obscura de fraqueza, duvidas e superstições e entramos em uma área de luz onde podemos atrair tudo que queremos. 
Se treinarmos a nossa mente para pensar e desejar somente coisas positivas então obteremos somente coisas positivas.
Quando temos medo que algo aconteça essa coisa pontualmente se verificará.
Nós somos uma coisa só com Deus e o nosso corpo é o instrumento que temos para nos confundir dando-nos s sensação de sermos separados de Deus. 
A preguiça, o desânimo . A descrença, a raiva, o ódio,  a fraqueza induz o nosso corpo a sentir-se fraco, cansado, indolente  e de consequência desencorajado ao ponto de não acreditar que podemos obter o que queremos.
As nossas crenças e preconceitos nos distancia dos nossos sonhos porque tendem a nos levar a acreditar que algo que queremos é sujo, impuro e improprio para nós e por isso a nossa mente rechaça a nossa capacidade de lutar para obtê-los.
Todas as religiões pregam a fé, dizem que é através da fé que conseguimos qualquer coisa.
E’ verdade. 
O engano consiste em crer que dependemos de uma força, uma bondade de alguém  externo a nós, ou seja Deus. Pensamos que comportando-nos em um certo modo Ele nos ajuda mas logo nos contradizemos dizendo que ele nos ajuda não porque somos santos ou porque merecemos mas porque Ele é bom.
Nada poderia ser mais ingênuo. Na verdade Deus está dentro de nós, é a nossa alma. 
O inimigo é a nossa mente que está sempre tentando nos convencer que não podemos nada, que não somos capazes de realizar os nossos sonhos e objetivos; o mundo é a ilusão que criamos dentro de nós mesmos para divagar nos sonhos a olhos abertos e fantasias nos distanciando dos nossos objetivos e do nosso potencial. 
Tudo que nos afasta do nosso Eu mais intimo, da nossa Alma, tudo aquilo que nos distrai ou que fere o nosso corpo físico é o Mal, é algo que trabalha contra nós mesmos.
Se nos convencermos que podemos uma coisa, se planejarmos uma meta, se nos convencermos através da repetição de uma frase que induz otimismo e fé poderemos conquistá-la. Lembremo-nos que as palavras têm poder.
Isso explica porque em varias religiões se repetem os mantras. Até mesmo na igreja católica se usa fazer a Oração do Coração “Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus, tenha piedade de mim” ou o Glória a Deus, Aleluia, etc. Alguns conhecedores sustentam que estas palavras repetidas infinitamente têm um poder enorme de realizar qualquer nosso desejo.
A bíblia mesmo diz: Vigiai e orai sem cessar. Porque orar sem cessar se Deus conhece os nossos sentimentos, desejos e necessidades? Porque vigiar sem cessar?
Ora, uma pessoa não pode orar sem cessar pedindo sempre coisas diferentes, uma vez que individuou as suas necessidades ela deverá orar para que se supram as mesmas; depois de um certo tempo orando uma pessoa entende que pedir a comunhão perfeita com Deus e sabedoria provavelmente é o máximo que um ser humano pode obter, porque através dessas duas dádivas ele pode obter tudo o que quiser.
 Se desume então que quando se fala de orar sem cessar se deve repetir a mesma oração com o intuito de crer nas nossas próprias palavras. Lembrando sempre que precisamos orar com fé. Precisamos vencer o Inimigo, ou seja, a nossa mente que está sempre nos lembrando que somos fracos e não podemos mudar a realidade.
Evidentemente nos esquecemos que a única realidade é Deus, tudo o que pensamos ser verdade não passa de ilusão.
E’ por isso que devemos fugir das ilusões do mundo, em outras palavras da mente.
Vigiar sem cessar por sua vez significa estar sempre concentrado nos nossos objetivos, não nos distrairmos com as futilidades do quotidiano.
Deus é amor. 
Esta é uma afirmação famosíssima da Bíblia Sagrada e de muitas outras Escrituras Sagradas. 
Isso significa que quando irradiamos amor atraímos as pessoas favoravelmente para perto de nós, para o nosso campo de influência. 
Tendo as pessoas atraídas pelo nosso magnetismo não precisamos nem convencê-las propositalmente a fazer aquilo que queremos, elas nos agradam por puro prazer. Ora, se temos pessoas dispostas a nos ajudar em tudo, temos o universo a nosso favor.
Milhões de livros e artigos foram escritos sobre a força do pensamento positivo, mas temo que poucas pessoas chegará a entender que o pensamento positivo è uma demonstração de fé, é só um modo diferente para dizer a mesma coisa. 
Qualquer disciplina que nos ajude a manter o pensamento positivo sem duvida nenhuma é uma religião. Claro que muitas ideias e doutrinas foram criadas para induzir as pessoas a se converterem a esta ou aquela religião; a maior parte delas trabalham os medos e inseguranças das pessoas. 
Uma boa parte dos pastores, missionários, padres, bispos e outros chefes religiosos visam exclusivamente ao dinheiro dos fiéis. Isto os leva a trabalhar sem piedade os medos dos seus pobres seguidores e vão se distanciando cada vez mais da verdadeira religião.
A verdadeira religião é universal. 
E’a procura de Deus que nos criou sua imagem e semelhança, o Espirito infinito que tem em si o bem e o mal, as luzes e as trevas, a alegria e a tristeza a esperança e a desilusão. 
Sem as trevas não poderia existir a luz, sem as lutas não existiriam vitorias. Se é verdade que Deus tudo criou, é licito crer que ele tenha criado todos os contrastes.
E’ inútil chorar e se lamentar diante de Deus, assim como é inútil se zangar ou se alegrar. 
Ele quer somente a nossa devoção, a nossa harmonia com Ele, o nosso amor. 
Tudo o que nós precisamos está dentro de nós, basta saber colher. O poder da oração está na repetição dos mesmos conceitos para que possamos crer neles e através da fé podemos obter o que queremos.
Jesus disse que em Seu nome podemos fazer coisas iguais às que ele fez e até mesmo maiores. 
Isso significa que somos todos filhos de Deus como Jesus é, que temos o poder concedido por Deus dentro de nós para realizarmos o milagre que quisermos. 
Basta sintonizarmos com a nossa Consciência Crística, ou seja, com a consciência de que somos Um com Deus, buscar a manifestação de Deus em nós e ordenar que aconteça o que queremos. Naturalmente temos que acreditar que isso se realizarà e para termos a mente livre de duvidas, temos que discipliná-la com a oração, a repetição de mantras, a meditação e as asanas que libera o fluxo de energia em nosso corpo, tornando-o um veículo são, limpo para a circulação das energias positivas. Deste modo entramos em meditação profunda sem interferencias a fim de receber a comunhão com Deus e o Divino Espirito Santo que habita somente em um templo limpo.
Um corpo limpo significa um corpo não contaminado por energias negativas advindas do consumo de carne de animal que morreu com  medo ou raiva, com bebidas alcoólicas que tira a nossa concentraçao e lucidez, de drogas que  nos confunde e do sexo promiscuo através do qual entramos em contato direto com todas as formas de energias dos nossos parceiros.
Para estarmos dignos de recebermos a presença do Espirito Infinito temos que saber perdoar, amar o nosso próximo como a nós mesmos e seguir os oito sutras ou mandamentos de Patanjali que em substancia são os mesmos 10 mandamentos do Novo Testamento.
E são eles:

1. Yama, se refere às cinco abstenções:

1.1 Ahimsa, Nao violência, não ferir ou machucar o próximo nem a si mesmo, nas palavras, atos ou pensamentos.

1.2 Satya, Verdade nas palavras e pensamentos.
1.3 Asteya, Não avarícia nem desejar algo que não te pertence
1.4 Brahmacharya: Abstinência, particularmente no caso de atividades sexuais. Ter também um comportamento responsável e respeitoso na nossa procura pela verdade. Isso significa que devemos nos relacionar com pessoas que promovem as mais altas verdades. Praticar Brahmacharya significa usar a nossa energia sexual para regenerar a nossa conexão com o nosso Eu espiritual. Isso significa que não usamos esta energia para danificar os outros.
1.5 Aparigraha Não possessividade

2. Niyama se refere as cinco observâncias

2.1 Shaucha: Limpeza do corpo e mente.
2.2 Samtosha: Satisfação com aquilo que temos
2.3 Tapas: Austeridade e disciplinas físicas e controle mental.
2.4 Svadhyaya: Estudo das Escrituras védicas para conhecer Deus e a lama, o que nos porta a introspecção para um maior despertar para a alma e Deus dentro dela.
2.5  Ishvarapranidhana: Arrender-se, submeter-se a Deus.

3. Asana: Disciplina do corpo. As posturas corretas são uma grande ajuda na meditação pois controlam os membros e o sistema nervoso para não criarem distúrbios.

4. Pranayama: Controle do respiro. Benéfico para a saúde, regula o corpo e conduz rapidamente à concentraçao da mente.

5. Pratyahara: Retira os sentidos dos objetos externos

6. Dharana: Concentração em um objeto, como a chama de uma vela, o ponto central entre a s sobrancelhas ou uma divindade que pode ser Jesus, Maomé, etc.

7. Dhyana: Meditação firme. Indisturbado fluxo de pensamentos em torno do objeto da meditação. O Ato de Meditar e o objeto restam distintos e separados.

8. Samadhi: Unidade com o objeto da meditação. Não tem diferença entre a meditação e o objeto da meditação.