Pesquisar este blog

terça-feira, 16 de maio de 2017

Você Já Provou o Sal Rosa do Himalaya?

O sal Himalayano cor-de-rosa é um tipo de sal naturalmente cor-de-rosa e minado perto dos Himalayas no Paquistão.


O que é sal?


O sal é um mineral formado em grande parte por cloreto de sódio composto.

O sal contém tanto cloreto de sódio - cerca de 98% do seu peso - que a maioria das pessoas usa as palavras "sal" e "sódio" de forma intercambiável.

O sal pode ser produzido evaporando a água salgada ou extraindo o sal  das minas de sal subterrâneas.

Antes de chegar ao supermercado, o sal de mesa também passa por um processo de refinação para remover impurezas e outros minerais, além do cloreto de sódio.

Às vezes, agentes antiaglomerantes são adicionados para ajudar a absorver a umidade, e o iodo é freqüentemente incluído para ajudar os consumidores a evitar a deficiência de iodo.

Os seres humanos têm usado sal para temperar e preservar alimentos por milhares de anos.

Curiosamente, o sódio também desempenha um papel importante em várias funções biológicas, incluindo o equilíbrio dos líquidos, condução nervosa e contração muscular.

Por esta razão, é absolutamente necessário ter sal, ou sódio, em sua dieta.

No entanto, muitos profissionais de saúde alegam que muito sódio pode levar à pressão arterial elevada e doenças cardíacas, embora pesquisas recentes tenham reavaliado esta questão. 

Devido aos perigos potenciais de consumir muito sal de mesa, muitas pessoas se voltaram para o sal rosa do Himalaia, por seu uma alternativa mais saudável.


O que é o sal do Himalaia rosa?


O sal Himalayano cor-de-rosa é um sal cor-de-rosa extraído da mina de sal de Khewra, que fica situada perto dos Himalayas no Paquistão.

A Mina de Sal de Khewra é uma das maiores e mais antigas minas de sal do mundo.

Acredita-se que o sal rosa do Himalaia colhido desta mina tenha sido formado há milhões de anos a partir da evaporação de antigos mares.

O sal é extraído à mão e minimamente processado para render um produto natural sem aditivos e pensado para ser muito mais saudável do que o sal de mesa.

Como o sal de mesa, o sal rosa do Himalaia também é na sua maior parte composto por cloreto de sódio.

Entretanto, o processo natural da colheita permite que o sal Himalayano cor-de-rosa possua muitos outros minerais e oligoelementos que não são encontrados no sal de mesa regular.

Algumas pessoas estimam que ele pode conter até 84 minerais diferentes e oligoelementos. Na verdade, são estes mesmos minerais, especialmente o ferro, que lhe dão a sua cor rosa característica.


Como é usado o sal do Himalaia rosa?


O sal Himalayano cor-de-rosa tem diversos usos dietéticos e non-dietéticos.


Você pode comer ou cozinhar sobre ele

Em geral, você pode cozinhar com o sal rosa do Himalaia como você faria com o sal de mesa regular. Pode usá-lo em molhos e saladas ou adicioná-lo à sua comida na mesa de jantar.

Algumas pessoas até usam sal rosa do Himalaia como uma superfície de cozimento. Grandes blocos do sal podem ser comprados e usados para grelhar e dar um sabor salgado à carnes e outros alimentos.

O sal rosa do Himalaya pode ser comprado finamente fundido assim como o sal de mesa regular, mas é comum também encontrar variedades grossas vendidas em cristais maiores.


Usos não dietéticos


Enquanto o sal rosa do Himalaia tem vários usos dietéticos, há também uma série de usos não-dietéticos.
O sal rosa do Himalaiya é usado em alguns sais de banho, que podem melhorar as condições da pele e curar dores musculares.

Lâmpadas de sal rosa também são usadas para a remoção de poluentes do ar. Estas lâmpadas consistem em grandes blocos de sal com uma fonte de luz interna que aquece o sal.

Além disso, passar o tempo em cavernas artificiais de sal rosa do Himalaia é popular entre as pessoas que procuram melhorar a pele e problemas respiratórios.


O sal rosa do Himalaia contém mais minerais


Tanto o sal de mesa como o sal rosa do Himalaia consistem principalmente de cloreto de sódio, mas o sal rosa do Himalaia tem até 84 outros minerais e oligoelementos.

Estes incluem minerais comuns como potássio e cálcio, bem como minerais menos conhecidos como estrôncio e molibdênio.

Apesar do sal do Himalaia rosa só conter pequenas quantidades de minerais adicionais,  ele pode fornecer uma série de benefícios para a saúde. Isto é verdade porque ele não contém aditivos, é colhido à mão e praticamente não é processado. É alcalinizante e como sabemos, doenças como o câncer e inflamações não prosperam em um ambiente alcalino.


Alguns dos benefícios que se acredita serem proporcionados pelo sal do Himalaia rosa estão os seguintes:

  • Melhora doenças respiratórias
  • Equilibra o pH do corpo
  • Reduz os sinais de envelhecimento
  • Melhora a qualidade do sono
  • Regula o açúcar no sangue
  • Aumentar a libido

Os céticos dizem que poucos desses benefícios foram comprovados por pesquisas científicas. É preciso provar para saber, não é mesmo?

Eu o uso todos os dias e me sinto em perfeita forma.
Custa bem mais caro do que um bom sal de mesa marinho mas acho que vale a pena.

sábado, 13 de maio de 2017

7 benefícios para a saúde de ameixas frescas ou secas



Ameixas são extremamente nutritivas e oferecem muitos benefícios à saúde.


Elas contêm muitas vitaminas e minerais, além de fibras e antioxidantes que podem ajudar a reduzir o risco de várias doenças crônicas.

Você pode consumir ameixas frescas ou secas. Ameixas secas são conhecidas por melhorar várias condições de saúde, incluindo constipação e osteoporose.

Este artigo lista 7 benefícios que a ameixa traz para a sua saúde baseados em resultados de pesquisas.

1. Elas contêm muitos nutrientes

Ameixas são impressionantemente ricas em nutrientes. Elas contêm mais de 15 diferentes vitaminas e minerais, além de fibras e antioxidantes.

As ameixas têm relativamente poucas calorias, mas contêm uma quantidade razoável de vitaminas e minerais importantes. Uma ameixa contém os seguintes nutrientes:

Ameixas Frescas 

Calorias: 30
Carbs: 8 gramas
Fibra: 1 grama
Açúcares: 7 gramas
Vitamina A: 5% da RDI
Vitamina C: 10% da RDI
Vitamina K: 5% da RDI
Potássio: 3% do RDI
Cobre: ​​2% do RDI
Manganês: 2% do RDI
Além disso, uma ameixa fornece uma pequena quantidade de vitaminas B, fósforo e magnésio.

Ameixas Secas

As ameixas secas têm mais calorias do que ameixas frescas. Uma porção de ameixas de 30 gramascontém o seguinte:

Calorias: 67
Carbs: 18 gramas
Fibra: 2 gramas
Açúcares: 11 gramas
Vitamina A: 4% da RDI
Vitamina K: 21% da RDI
Vitamina B2: 3% da RDI
Vitamina B3: 3% da RDI
Vitamina B6: 3% da RDI
Potássio: 6% da RDI
Cobre: ​​4% do RDI
Manganês: 4% do RDI
Magnésio: 3% do RDI
Fósforo: 2% do RDI
Em geral, o teor de vitaminas e minerais de uma porção de ameixas frescas e ameixas secas varia ligeiramente. As ameixas secas contêm mais vitamina K do que ameixas frescas e são um pouco mais ricas em vitaminas B e minerais.

Além disso, ameixas secas têm mais calorias, fibras e carboidratos do que ameixas frescas.


2. As ameixas secas e o suco de ameixa podem aliviar a constipação


As ameixas e o suco de ameixa são bem conhecidos por sua capacidade de aliviar a constipação.

Isto é em parte devido à alta quantidade de fibra em ameixas secas. Uma ameixa fornece 1 grama de fibra.

A fibra em ameixas secas é na maior parte insolúvel, o que significa que ela não se mistura com água.

Ela desempenha um papel na prevenção da constipação, adicionando volume às fezes e pode acelerar a taxa de resíduos que se move através de seu trato digestivo.

Além disso, ameixas e suco de ameixa contém sorbitol, que é um álcool de açúcar com efeitos laxantes naturais.

Comer ameixas é mais eficaz no tratamento da constipação do que muitos outros tipos de laxantes, como o psílio, que é um tipo de fibra muitas vezes usado para aliviar a constipação.

Em um estudo, as pessoas que consumiram 50 gramas de ameixas por dia durante três semanas relataram ter melhor consistência e freqüência de fezes em comparação com um grupo que consumiu psílio.

É importante ter em mente que comer muitas ameixas ao mesmo tempo pode levar a efeitos indesejáveis, como a diarréia. Para evitar que isso ocorra, é melhor ficar com uma dose de 1 / 4-1 / 2 xícara (44-87 gramas) por dia.

Se você estiver usando suco de ameixa, certifique-se que é 100% de suco sem adição de açúcares. Além disso, limite o tamanho da sua porção a 120-240 ml por dia.

3. Ameixas são ricas em antioxidantes

Ameixas são ricas em antioxidantes, que são úteis para reduzir a inflamação e proteger as células de danos causados ​​pelos radicais livres.

Elas são particularmente ricas em antioxidantes polifenóis, que têm efeitos positivos sobre a saúde óssea e podem ajudar a reduzir o risco de doenças cardíacas e diabetes.

De fato, alguns estudos mostraram que as ameixas contêm mais do que o dobro da quantidade de antioxidantes polifenol do que outras frutas populares, como nectarinas e pêssegos.

Muitos laboratórios e estudos em animais descobriram que os polifenóis em ameixas têm poderosos efeitos anti-inflamatórios, bem como a capacidade de prevenir danos às células que muitas vezes levam à doença.

Em um estudo em tubo de ensaio, os polifenóis nas ameixas reduziram significativamente os marcadores inflamatórios associados às doenças articulares e pulmonares.

As antocianinas, um tipo específico de polifenol, parecem ser os antioxidantes mais ativos encontrados nas ameixas. Podem ter efeitos poderosos na saúde, incluindo a redução do risco de doenças cardíacas e câncer.

4. Elas podem ajudar a diminuir o seu nível de açúcar no sangue

Apesar de ter muitos carboidratos, as ameixas não parecem causar um aumento substancial nos níveis de açúcar no sangue. 

Isso é atribuído ao seu potencial para aumentar os níveis de adiponectina, um hormônio que desempenha um papel na regulação do açúcar no sangue.
Adicionalmente, a fibra em ameixas pode ser parcialmente responsável por seus efeitos sobre o açúcar no sangue.

A fibra retarda a taxa em que seu corpo absorve carboidratos após uma refeição, fazendo com que o açúcar no sangue aumente gradualmente, ao invés de pico.

Além disso, o consumo de frutas como ameixas está associado a um menor risco de diabetes tipo 2.

5. Fortalece os ossos

O consumo de ameixas está associado a  um risco reduzido de doenças ósseas debilitantes, como osteoporose e osteopenia, que são caracterizadas por baixa densidade óssea.


Elas não só evitam a perda óssea, mas também podem reverter a perda óssea que já ocorreu.
As pesquisas sugerem que o consumo de ameixas pode aumentar os níveis de certos hormônios que estão envolvidos na formação óssea.

Contêm várias vitaminas e minerais que têm efeitos protetores dos ossos, incluindo vitamina K, fósforo, magnésio e potássio.

6. As ameixas podem beneficiar o coração

O consumo regular de ameixas pode ter um efeito protetor sobre a saúde do coração.
Elas têm sido estudadas pelo seu potencial de reduzir a pressão arterial elevada e os níveis de colesterol.

Em um estudo, os indivíduos que beberam suco de ameixa e comeram três ou seis ameixas por dia durante oito semanas foram comparados a um grupo que bebeu apenas um copo de água com o estômago vazio.

Aqueles que consumiram as ameixas e o suco de ameixa tinham níveis de pressão arterial significativamente mais baixos, colesterol total e colesterol LDL "ruim" do que o grupo que bebia água.
Outro estudo descobriu que os homens que tinham sido diagnosticados com colesterol elevado tinham níveis mais baixos de colesterol LDL após consumirem 12 ameixas por dia durante oito semanas.


Os efeitos positivos que as ameixas parecem ter sobre os fatores de risco para doenças cardíacas são provavelmente devido ao seu alto teor de fibra, potássio e antioxidantes.

7. Fácil de adicionar à sua dieta

Ameixas são convenientes e fáceis de incorporar em sua dieta.
Você pode comê-las por conta própria, ou apreciá-los em vitaminas e saladas, como nas seguintes receitas:

Resumo


Ameixas são uma excelente fonte de vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes. Além disso, elas têm várias características que podem reduzir o risco de muitas doenças crônicas, como a osteoporose, câncer, doenças cardíacas e diabetes. Requerem pouca preparação, sendo muito fáceis de incorporar em sua dieta.