Pesquisar este blog

domingo, 2 de abril de 2017

Os Fitoestrogênios São Prejudiciais Para os Homens?



Muitos alimentos vegetais contêm fitoestrogênios - compostos semelhantes ao hormônio estrogênio.

Algumas pessoas acreditam que alimentos ricos em fitoestrógenos podem prejudicar a fertilidade nos homens, enquanto outros afirmam que estes compostos são saudáveis.

Esta artigo baseado em resultados científicos explica o caso.  Originalmente este artigo foi escrito em inglês pelo Dr. Atli Arnarson para o site Authority Nutrition. Os links para os resultados das pesquisas estão aqui.



O que são os Fitoestrogênios?


Os fitoestrogênios são um grupo de compostos naturalmente encontrados em numerosos alimentos vegetais.

Eles têm várias funções nas plantas. Muitos têm propriedades antioxidantes fortes e alguns podem desempenhar um papel na defesa das plantas contra infecções.

Eles são chamados de "fitoestrogênios" porque sua estrutura química se assemelha à estrutura do hormônio sexual estrogênio. O prefixo "fito" refere-se a plantas.

Os níveis de estrogênio são mais elevados nas mulheres do que nos homens.

Este hormônio é responsável pela fertilidade das mulheres, bem como por manter as características do corpo feminino, está relacionado com o controle da ovulação, mas também desempenha um papel importante nos homens.

A semelhança dos fitoestrogênios com o estrogênio é que eles podem interagir com os receptores de estrogênio nas células. Estes receptores mediam as funções do estrogênio no corpo.

No entanto, os efeitos dos fitoestrogênios são muito mais fracos do que os do estrogênio. Além disso, nem todos os fitoestrogênios funcionam da mesma forma. Alguns bloqueiam os efeitos do estrogênio, enquanto outros imitam seus efeitos.

Os fitoestrogênios são encontrados na maioria dos alimentos derivados de plantas em quantidades variáveis. Todos eles pertencem a um grande grupo de compostos vegetais conhecidos como polifenóis.


Alguns dos fitoestrogênios mais estudados incluem:


Lignanas:
Encontrado em muitos alimentos fibrosos da planta, tais como sementes, grãos, nozes, frutas e bagas. A linhaça são uma fonte especialmente rica.
Isoflavonas:
Estes são os fitoestrogênios mais amplamente estudados. Eles são abundantes na soja e outras leguminosas, são também presentes em bagas, grãos, nozes e vinho.
Resveratrol:
Encontrado em frutas, bagas, vinho tinto, chocolate e amendoim. Acredita-se que ele seja responsável por alguns dos benefícios para a saúde do vinho tinto.
Quercetina:
Este é um dos mais comuns e abundantes flavonóides antioxidantes, encontrados em numerosas frutas, legumes e grãos.

O conhecimento dos fitoestrogênios está se expandindo gradualmente, e os cientistas estão regularmente descobrindo novos tipos.
Enquanto alguns pesquisadores estão preocupados que altas doses de fitoestrogênios podem quebrar o equilíbrio hormonal do corpo, a maioria dos estudos os têm associado a benefícios para a saúde.


Os fitoestrogênios são saudáveis ​​ou prejudiciais?


A maioria dos estudos indicam que os fitoestrogênios podem beneficiar a saúde.

No entanto, alguns estudos sugerem que uma alta ingestão de isoflavonas pode causar problemas em determinadas circunstâncias.

As duas seções a seguir discutem os possíveis benefícios e inconvenientes dos fitoestrogênios.


Benefícios para a saúde


Diversos estudos mostram que os fitoestrogênios podem ser benéficos para a saúde.

Reduz a pressão arterial
Os suplementos de resveratrol e quercetina podem reduzir a pressão arterial.
Controla o açúcar no sangue 
O resveratrol, na linhaça e os isoflavonas na soja podem beneficiar o controle de açúcar no sangue.
Reduz do risco de câncer de próstata
O isoflavona pode reduzir o risco de câncer de próstata, mas mais pesquisas são inda necessárias.
Abaixa os níveis de colesterol
O soflavona de soja pode diminuir os níveis de colesterol total e colesterol LDL "ruim".
Diminui as inflamações
O isoflavona de soja e lignanas podem reduzir os níveis de PCR, um marcador inflamatório, em mulheres pós-menopáusicas com níveis elevados de PCR.

Nenhum dos estudos referenciados abaixo relatou que os suplementos de fitoestrógenos testados apresentaram efeitos colaterais graves.


Efeitos adversos


Alguns cientistas estão preocupados que uma alta ingestão de suplementos de fitoestrogênios possa interromper o equilíbrio hormonal do corpo.

Na verdade, os fitoestrogênios são classificados como disruptores endócrinos. Estes são produtos químicos que podem interferir com o sistema hormonal do corpo quando consumidos em doses suficientemente elevadas. Estamos falando de suplementos de fitoestrogênios.

No entanto, não há muita evidência de que os fitoestrogênios sejam nocivos para os seres humanos.

Alguns estudos sugerem que uma alta ingestão de isoflavonas em fórmulas infantis à base de soja pode suprimir a função da tireóide quando a ingestão de iodo é insuficiente.

Eles também indicam que as isoflavonas podem suprimir a função da tireóide naqueles que têm má função da tireóide, conhecida como hipotireoidismo.

No entanto, a maioria dos estudos em pessoas saudáveis ​​não encontrou qualquer associação significativa entre isoflavonas e função tireoidiana.

Atualmente, nenhuma boa evidência associa outros fitoestrogênios comuns com efeitos adversos à saúde em humanos.

Resumo

Suplementos de fitoestrogênios parecem não ter efeitos secundários graves. Mas algumas evidências indicam que altas doses de isoflavonas podem suprimir a função da tireóide em crianças que têm baixos níveis de iodo.


Os fitoestrogênios prejudicam a fertilidade masculina?


Quando se trata da saúde masculina, os cientistas estão mais preocupados que a exposição excessiva aos fitoestrogênios possa reduzir a fertilidade masculina.

Um estudo em guepardos indicou que uma alta ingestão de fitoestrogênios prejudicou a fertilidade dos machos.

No entanto, os cientistas têm apontado que os fitoestrogênios provavelmente têm efeitos diferentes em carnívoros, como guepardos, em comparação com onívoros, como os seres humanos.

De fato, não existe evidência de que a alta ingestão de fitoestrogênios  cause problemas de fertilidade em humanos.

Os fitoestrogênios mais estudados são os isoflavonas de soja. Uma análise de 15 estudos controlados concluiu que os isoflavonas de soja, seja em alimentos ou suplementos, não alteram os níveis de testosterona em homens.


Além disso, um estudo mostrou que tomar 40 gramas de suplementos de isoflavona por dia durante dois meses não prejudicou a qualidade ou o volume do sêmen dos homens.

Uma pesquisa científica mostrou que uma fórmula infantil à base de soja não estava ligada à auto-relatada fertilidade masculina ou puberdade, em comparação com uma fórmula de leite de vaca.

No entanto, nem todas as pesquisas científicas concordam. Outra pesquisa mostrou que uma alta ingestão de soja, que é rica em isoflavonas, foi associada com uma menor contagem de espermatozóides, mas os pesquisadores não sabiam se os isoflavonas eram responsáveis.

Concluindo, a maioria das evidências indicam que os isoflavonas não afetam adversamente a fertilidade dos homens. Embora um estudo em guepardos tenha sugerido que uma alta ingestão de fitoestrogênios  pode prejudicar a fertilidade, o mesmo não se aplica necessariamente aos seres humanos.

No entanto, os cientistas sabem pouco sobre os efeitos de outros fitoestrogênios  ou sobre a ingestão a longo prazo de suplementos de altas doses em seres humanos. Mais pesquisas são necessárias.
Em poucas palavras, os isoflavonas - um grupo comum de fitoestrogênios- não parecem causar problemas de fertilidade em homens.

Resumo

Nenhuma evidência forte prova que os fitoestrogênios causam problemas em homens saudáveis. Os fitoestrogênios são abundantes em muitos alimentos vegetais saudáveis. Os benefícios de comer esses alimentos é seguro enquanto ingerir suplementos pode ser mais benéfico do que contra indicado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor me de a sua opiniao