Pesquisar este blog

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

O Que Causa as Alergias Alimentares?



As alergias alimentares podem representar um sério problema de saúde.


Quem é vítima de uma alergia ou intolerância alimentar sente que está um um túnel sem saída. 

A medicina tradicional não consegue respostas adequadas ao problema e a maioria da população não está culturalmente preparada para procura soluções alternativas.

Todos concordam que a prevalência de doenças alérgicas está aumentando dramaticamente nos países desenvolvidos e em desenvolvimento nas últimas duas décadas.

Esta é uma tendência que tem sido freqüentemente referida como "a epidemia do século XXI". 

Conforme descrito em textos antigos, as alergias têm sido conhecidas há mais de 2.000 anos, mas só recentemente tornaram-se tão ameaçadoras.

Se sabe com certeza que uma alergia é uma reação exagerada do organismo a uma substância que ele considera nociva. 

Outro fator importante para o desencadeamento de alergias é o estresse.

Todavia é difícil dar uma explicação definitiva para explicar as causas das alergias. 

Apesar das muitas descobertas da ciência, os médicos ainda não conseguiram compreender exatamente quais são as causas das alergias.

Do meu ponto de vista, a principal causa por trás de problemas de alergia são os muitos alimentos processados, refinados, que muita gente ingere todos os dias e seus corpos não podem metabolizar ou reconhecer, de modo que ele se comporta como tudo isso fosse veneno. 

É notório que as alergias podem ser hereditárias, isso explica porque uma criança pode nascer com problemas alérgicos se os pais tiverem hábitos alimentares nocivos.

Toda dieta contra alergia conhecida tem seus prós e contras, eu não poderia escolher a melhor (ou a pior). 

Eu acredito que a melhor maneira de evitar alergias é adotar uma dieta mais natural, simples, variegada. 

Isso inclui comer frutas e legumes, grãos não refinados, pouca ou nenhuma carne vermelha e, acima de tudo, evitar trigo refinado e açúcar branco, leite, alimentos enlatados e processados, biscoitos industrializados e refrigerantes.

Como eliminar o estresse?


Existem muitas maneiras naturais para eliminar o estresse além de limpar e sintonizar o corpo, como a yoga,  a meditação, o tai chi chuan, a aromaterapia, a fitoterapia e naturalmente o equilíbrio.
Como sempre digo, o equilibrio vale ouro.
Estar calmo, concentrado e focado nos ajuda a eliminar melhor as toxinas e harmonizar nosso organismo. 
Se pudermos ouvir a voz dentro de nós dizendo o que é certo fazer, nunca vamos perder o ponto. A maioria das pessoas está correndo contra o tempo, comendo todo o tipo de junk food, bebendo muito alcool, tomando drogas e muitos remédios. Como seus corpos poderiam metabolizar tudo isso? 
É claro que que ele vai se defender louferozmente contra esses ataques externos.

O Que As Pesquisas Descobriram Até Hoje:


Um crescente número de literatura científica aponta para alergias alimentares ocultas e intolerâncias alimentares como uma causa de muitas doenças e mal-estares, incluindo enxaqueca, artrite, síndrome do intestino irritável, asma, transtorno de hiperatividade com déficit de atenção e otite média recorrente. Queixas de saúde comuns, como fadiga e eczema também são atribuídos a reações adversas de alimentos. Um problema seríssimo é dado pelo desenvolvimento da Cândia Albicans. (Leia aqui o artigo completo)

Médicos e pesquisadores acreditam que o número de pessoas que sofrem de reações adversas aos alimentos esteja aumentando constantemente. 


Eles citam várias razões para isso:

O consumo repetido de um número limitado de alimentos:


Muitas pessoas comem um número relativamente pequeno de alimentos várias vezes durante o dia. Por exemplo, trigo, um alérgeno alimentar comum, é encontrado em cereais de café da manhã, o pão utilizado para fazer um sanduíche na hora do almoço, e o espaguete comido na hora do jantar. 
Além disso, o trigo é um agente espessante usado no processamento de alimentos, por isso é um ingrediente comum "escondido" em muitos alimentos processados.

Outros alimentos comumente consumidos, como leite e ovos também são uma causa freqüente de sintomas alérgicos. 
A exposição repetida a esses alimentos pesa o sistema imunológico.

Digestão inadequada e má integridade da barreira intestinal:


O aparelho digestivo desempenha um papel vital na prevenção de  alergias proporcionando uma barreira impenetrável. 
Quando a integridade da barreira intestinal é comprometida, desenvolve-se uma condição denominada "síndrome do intestino permeável". 
Com a síndrome do intestino permeável, a proteína dietética parcialmente digerida pode atravessar a barreira intestinal e ser absorvida pela corrente sanguínea. 
Estas moléculas grandes podem causar uma resposta alérgica, produzindo sintomas diretamente nos intestinos ou em todo o corpo.

Uma das causas do intestino permeável é a ausência de bactérias "amigas" nos intestinos. 

As bactérias "amigas" ajudam a manter a saúde dos intestinos produzindo combustível (como ácidos graxos de cadeia curta) para as células intestinais e competindo com as bactérias que causam doenças para os nutrientes. 
Infecções parasitárias, tratamento com antibióticos, estresse e sobrecrescimento de candida podem perturbar o equilíbrio adequado de bactérias "amigas". 

Acredita-se também que a introdução precoce de alimentos sólidos na alimentação das crianças contribui para a síndrome do intestino permeável e alergias alimentares subsequentes.

Sistemas imunológicos exagerados: 


O estresse constante, a exposição à poluição do ar e da água além dos pesticidas e produtos químicos nos nossos alimentos aumentam a pressão sobre nosso sistema imunológico, tornando-o menos capaz de responder adequadamente aos antígenos nos alimentos.

Genética:



Alergias e intolerâncias alimentares parecem ser hereditárias. Pesquisas indicam que, se ambos os pais têm alergias, seus filhos têm uma chance de sessenta e sete por cento de desenvolver alergias alimentares. Quando apenas um dos pais é alérgico, a criança tem 33% de chance de desenvolver alergias alimentares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor me de a sua opiniao