Pesquisar este blog

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Linhas-Guia Para a Prática da Meditação


Sukhasana
A Meditação é a prática yogica mais simples e ao mesmo tempo a mais difícil de executar. Todas as outras práticas existem para que se medite bem. A Ekagrata ou a atenção em um ponto fixo, é o foco em torno do qual as flutuações da mente se transformam em um entendimento iluminado do universo. Aqui estão algumas coisas para se ter em mente quando pratique:

  1. Crie uma rotina. Pratique todo dia na mesma ora. É mais fácil sustentar uma prática integrada na sua rotina .
  2. Comece pequeno. Comece com 5 minutos por dia. Quando for capaz de manter este ritmo, vai aumentando de dez em dez minutos por vez. Aumente o tempo somente quando estiver bem estabelecido na sua prática. Vai aumentando até chegar aso 30 minutos. Se um pequeno aumento se mostra muito audaz, diminua de novo o tempo para um limite mais razoável. Se quiser meditar mais, medite duas vezes por dia.
  3. Pratique de manhã. A mente é mais fresca e é mais fácil concentrar depois de uma noite de sono. Você pode praticar de tarde ou de noite mas a mente será mais rebelde depois de m dia de distrações.
  4. Sente-se confortavelmente. Sua postura deve ser reta e para cima. Sente-se no chão, sobre uma almofada ou em uma cadeira. Qualquer posição que permita sua coluna estar reta e a cabeça apropriadamente balanceada sobre os ombros. As posturas yógicas  Sukasana, a postura do lotus ou varajsana são aconselhadas porque propiciam uma maior profundidade na meditação mas é melhor sentar-se em uma cadeira e estar cômodo do que se esforçar para estar em uma postura difícil que distrai a mente.
  5. Escolha um método e o mantenha. A seguir vou numerar uma série de técnicas de meditação. Qualquer uma que você escolher será mais eficiente se você ficar com ele sempre.
  6. Pratique a atenção em um ponto fixo sempre que puder.  Pode ser o respiro, e além da sua prática formal, pratique fixar a mente em um ponto onde quer que você esteja, focalizando mentalmente naquilo que tiver a disposição no momento.

Técnicas de Meditação

  1. A meditação na tradição yógica requer a um foco sobre o qual centrar a consciência. Este objeto pode ser dentro ou fora do corpo, pode ser físico, sensorial ou imaginário. Aqui estão alguns exemplos:
  2. Irradie sentimentos de amizade, compaixão, alegria e equanimidade ao mundo.
  3. Focalize na exalação e na pausa que precede a próxima inalação do respiro.
  4. Focalize nos sentidos. A mente recebe continuamente informações do corpo através dos olhos, mesmo quando estão fechados, o sentido do olfato, dos ouvidos e até mesmo do estado interno do corpo. A atenção acurada em cada um desses sentidos pode ser usada como objeto de absorção meditativa,
  5. Focalize a imagem de uma luz interior no olho espiritual, em ajna chacra.
  6. Contemple a imagem física e os exemplos daqueles que conquistaram o desapego do mundo material.
  7. Contemple insights derivados de sonhos e do sono.
  8. Repita um mantra como Hong So, ou Om, que é o som primordial da existência.
  9. Repita uma oração uma passagem inspiracional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor me de a sua opiniao