Pesquisar este blog

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Momento Crucial

Caso passe o processo de impeachment contra a presidente Dilma Roussef nós estaremos entregues à uma direita corrupta, oportunista, enganadora, retrógrada, fundamentalista, desonesta. 
Faremos um salto no passado, de pelo menos 50 anos e nos alinharemos as piores ditaduras do mundo. 
Isso daria uma desculpa para potências mundiais como os EUA e UK para nos invadir dizendo alguma besteira como defender os direitos humanos ou a legalidade. 
Visto que estamos divididos e o ódio entre direita e esquerda vai se acentuando cada vez mais, será muito difícil encontrar a unidade nacional para combater uma situação dessas. 
Nossas riquezas naturais podem ser surrupiadas e podemos levar uns 200 anos para nos equilibrar novamente se tudo correr bem. 

Este é um cenário lúgubre mas perfeitamente possível, se não previsível. 

A ignorância está tomando conta do povo brasileiro alimentando o ódio e a separação. 
Quem hoje levanta a bandeira do impeachment sem pensar nas conseqüências pagará um preço altíssimo por isso junto cm todos os outros brasileiros. 
Muitos não têm idéia do que está realmente acontecendo e invés de rechaçar a corrupção sem meias medidas, apoiam um larápio como Eduardo Cunha simplesmente porque ele é contra a Dilma. 
Eu gostaria que as coisas fossem assim tão simples, que o Cunha impedisse a presidente e depois o cassamos mas infelizmente não vai ser isso que vai acontecer. 
O impeachment terria sérias conseqüências no futuro. Esta é uma página negra na história da humanidade e o Brasil não é uma exceção. 
Eu vivi os últimos 24 anos na Europa, 21 dos quais na Itália e vi como as elites conseguem desmantelar um país em poucos anos, não desejo pra ninguém no Brasil o que está acontecendo na Itália. 
Antes , até os anos 90 e nos primeiros 2000, vivíamos bem, tínhamos segurança, boas escolas, boa educação, boas estradas. 
A nossa preocupação era apenas de estar na crista do mundo, entre os países líderes da civilização ocidental. 
Hoje estamos imigrando para outros países porque falta trabalho, os salários são baixos, a infra-estrutura dos serviços públicos foi quase totalmente desmantelada em prol da iniciativa privada, os direitos civis são agredidos a cada dia, a informação é quase totalmente manipulada, infundem medo e insegurança nas pessoas através de jornais, telejornais, filmes e em todas as maneiras possíveis. 
No Brasil já tivemos uma boa amostra do que o Cunha e seu grupo são capazes e querem fazer e o mais assustador é que boa parte da população parece querer isso. 

O que muitos nem imaginam é que além da repressão à idéias e à liberdade de expressão estão por vir o medo e a miséria. 

Quem hoje levanta a bandeira do impeachment terá muito de que arrepender-se e isso nada tem a ver com apoio ou oposição à presidente eleita Dilma Roussef. 
Se trata de respeito pelas instituições, pelas liberdades conquistadas, pela democracia, ainda que falha e imperfeita. Tem a ver sobretudo com o caráter e a ideologia de quem está por trás do impeachment. 
Sei que a situação está horrível com a Dilma. 
Sei que ela mentiu durante a campanha eleitoral, sei que ela cedeu demais ao corporativismo, às grandes empresas, sei que ela gasta demais, que o governo desperdiça demais os recursos públicos. Sou contra o aumento dos impostos, contra a famigerada CPMF, sou contra o MST, contra as convocações ameaçadoras da CUT. Sei que o PT está imerso em um mar de corrupção e que devemos encontrar soluções para todos estes problemas. 
Todavia sei também que a nossa direita não representa uma solução. 
Qualquer um que tem um mínimo de cultura política sabe que a direita historicamente defende os interesses da classe dominante, o conservadorismo, a religião, o fundamentalismo, a ignoråncia das massas como forma de manter o controle da situação, da informação, dos recursos naturais, da tecnologia e das armas fazendo com que a classe trabalhadora seja boa o suficiente para produzir mas incapaz de pensar. 
Por outro lado a esquerda defende os interesses da classe trabalhadora, acredita que os recursos do planeta sejam suficientes para garantir um adequado padrão de vida para todos. Rechaça a opressão, defende as liberdades, quer salvar o planeta usando meios de produção eco sustentáveis. Este é um resumo das duas ideologias mas obviamente cada um tem um modo de "vender" essa ideologia. Existem extremos e aberrações de ambas as partes mas em resumo essas são as duas ideologias que se enfrentam desde a noite dos tempos e que passou a ser chamada de direita e esquerda desde a época da Revolução Francesa porque os parlamentares que defendiam os privilégios da casta se sentavam à direita da tribuna enquanto aqueles que se sentavam a esquerda defendiam mais liberdades e recursos, menos opressão para os trabalhadores, pobres e desamparados pela lei e pelo poder do clero e da monarquia( o terceiro estado, e daqui o termo terceiro mundo).
Essa sempre foi uma luta desigual pois as classes dominantes sempre tiveram em mãos o poder de manipular sentimentos, crenças, opiniões, de infundir medo, apreensões e nos últimos anos tem tido também a capacidade de criar vírus, alimentos geneticamente modificados que matam o eco sistema, levam à falência os pequenos produtores em favor da produção industrial. Estão manipulando o clima através de técnicas de geoengenharia, fomentam guerras no mundo todo, desinformam e criam uma sensação de pavor nas populações para limitar nossas liberdades e promover seus lucros. 

Em resumo, a direita defende o lucro, a esquerda defende a vida.

Esses são fatos, todos são livres de se alinharem à ideologia que quiserem mas é necessário que saibam o que estão fazendo.
Tudo isso deveria fazer-nos pensar e decidir de que lado estamos. Mas infelizmente não é assim. O povo não tem condições para entender essas coisas pois não são ditas pela mídia, normalmente têm preguiça de ler e nas escolas não aprendem quase nada por óbvias razões. 
Assim o povo que deveria votar em quem realmente o representa, acaba votando nos seus inimigos, opressores, algozes. Parece um círculo vicioso sem fim. 
Foi assim desde o início dos tempos e as chances de que as coisas mudem são muito pequenas. 
Alguns de nós esperam que nessa nova era de Aquário, a humanidade receba um pouco mais de iluminação e consiga enxergar seus inimigos, tanto para começar. Só assim poderemos salvar o planeta e com ele a humanidade. 
Isso porém pode levar séculos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor me de a sua opiniao