Pesquisar este blog

sábado, 5 de julho de 2014

Tour de France

Como a cidade de Londres organiza um evento desse porte.
Matthew Beard, Ross Lydall, Miranda Bryant Do Jornal The Evening Standard,  tradução minha.

Sexta-feira 04 de julho de 2014

Os londrinos foram incitados hoje a desfrutar da atmosfera "indescritível" do Tour de France pois a cidade se prepara para encerrar a maior prova de ciclismo do mundo.

As ruas principais serão fechadas das 10h até pelo menos 18:00 para os 200 ciclistas e seuvasto comboio varrerem a capital na segunda-feira.

Oitenta escolas ao longo do percurso vão fechar e dois grandes hospitais cancelaram todas as operações de não-emergência para o dia.

Os motoristas são avisados ​​para evitar a rota no Leste e no centro de Londres no maior fechamento das ruas desde as Olimpíadas.

O Tour vai entrar na capital em Epping Forest à 1:00, e a rota irá formar um "muro de Berlim" pelo noreste de Londres marginando quaisquer moradores e empresas distraídos.

Mark Cavendish pediu àos londrinos para virem em massa para o evento que ele classificou "indescritível". Ele disse: "Venha ver o final doTour em Londres. O apoio e a atmosfera em torno do Tour é indescritível. É a maior corrida de bicicleta do mundo. Se você nunca experimentou a energia total e a intensidade do Tour .... venha assistir. É incrível. "

É um imenso fim de semana para os fãs dos esportes - tem o clímax de Wimbledon de tênis, as quartas de final da Copa do Mundo no Brasil e a corrida de F1 em Silverstone - e a febre do Tour está varrendo a nação

A bonança esportiva irá impulsionar a economia do Reino Unido por £ 100 milhões, segundo estimativas.

Para o Tour, Transport for London espera que a corrida termine, como previsto em torno de quatro horas no The Mall para conter o transtorno e evitar trazer o caos potencial na hora do rush da noite.

Em seu maior desafio logístico desde os Jogos envolvendo 6.000 marechais e voluntários, a Companhia de Transportes de Londres estará em uma corrida contra o tempo para reabrir cruzamentos e junções de ruas logo após os ciclistas passarem .

Durante a corrida, serão garantidas travessias de pedestres ao longo da rota.

Entre as medidas extraordinárias tomadas, os ciclistas terão um comboio da polícia para o aeroporto City para garantir que peguem os vôos noturnos para Le Touquet na França; e o espaço aéreo será afetado por um curto período de tempo para dar prioridade aos dois helicópteros filmando ao vivo.

Aos trabalhadores-chave, como os maquinistas de trens foram alocados estacionamentosespeciais para fazê-los trabalhar.

O prefeito de Londres, Boris Johnson, pediu áo milhão de espectadores esperados para acompanhar a ação nos parques de fãs em Trafalgar Square, Green Park e do Parque Olímpico.

Londres está hospedando o terceiro dia de Tour, que terá início neste fim de semana em Yorkshire, na segunda-feira os ciclistas partirão de Cambridge no início da terceira etapa de155 quilômetros .

Os ciclistas vão trocar o pano de fundo idílico dos Dales e Apeninos pelar ruas do Leste de Londres e do Parque Olímpico antes de atingir os marcos de Westminster.



Do outro lado do Tamisa,as pontes de Tower Bridge, Southwark Bridge e Westminster estarão fechadas para o dia.

Os passageiros são aconselhados a evitar o metro em Charing Cross, Embankment, Green Park, St James, Temple e Tower Hill. Epping, Stratford e Westminster também estarão muito cheias , a TfL advertiu.

Ônibus urbanos serão desviados , com cerca de 80 rotas em 11 municípios afetados.

Estradas estratégicas permanecerão abertas incluindo a A11, A12, A13 e M25. Os túneis Rotherhithe e Blackwall também eestarão abertos, mas a Circular Norte em Waterworks será fechada durante a maior parte do dia.

O acesso rodoviário ao aeroporto City será severamente restrito e serviços de ônibus para o aeroporto Stansted também serão afetados.

O bairro Newham informou que praticamente todas as suas 66 escolas primárias e 15 secundárias decidiram fechar depois de receberem informações que definem a escala das interrupções das vias.

Os hospitais Whipps Cross e Newham, sendo que ambos estão situados a poucos metros da rota, reprogramaram todas as cirurgias planejadas para outras datas. O município deNewham alertou os moradores que muitas clínicas e dentistas também são susceptíveis de serem fechados.

Leon Daniels, diretor da London Transportes de superfície, disse: "Os fechamentos de vias separam a capital em duas metades, norte e leste e atravessá-la será muito difícil assim os motoristas devem evitar essas áreas, se possível. Como nas Olimpíadas exortamos as pessoas a planejar com antecedência pois não há quase nada que você não pode fazer se você planejar. "

Ele acrescentou: "o Metrô estará funcionando normalmente, mas vai ser cheio. Há pontos de cruzamento para pedestres para que você possa atravessar as ruas até pouco antes da corrida. O nosso objetivo é abrir as vias o mais rápido possível uma vez que os ciclistas passarem. "

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor me de a sua opiniao