Pesquisar este blog

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Óleo Essencial da árvore do chá - thé Tree essencial Oil

Dos galhos e folhas da Melaleuca Alternifolia, árvore que cresce na Austrália,  se destila um precioso óleo essencial conhecido como Tea Tree Oil. 
As tribos indígenas da Bundjalung definivam esta planta como "o curandeiro mais versátil da natureza", e desde os tempos antigos usaram o extrato e o óleo de Melaleuca, e transmitiram o conhecimento até hoje.O óleo essencial de tea-tree ou Melaleuca tem propriedades medicinais importantes, especialmente bactericidas, propriedades germicidas e fungicidas. 
E 'eficaz contra muitas doenças ou infecções da pele: dermatite, prurido, escoriações, queimaduras, picadas de insetos, infecções fúngicas da pele e unhas, psoríase, furúnculos e acne, herpes, pé-de-atleta, verrugas, caspa , inflamação das gengivas e membranas mucosas da boca, úlceras na boca e doença periodontal. 
A sua eficácia é também conhecida, no caso de faringite, amigdalite, estomatite e é um excelente coadjuvante na resolução dos problemas ginecológicos, tais como infecções vaginais e Cândida. Também é utilizado em cosméticos e produtos de higiene em casa.Mas as pessoas que sofrem de dermatite de contato por plantas ou hipersensíveis,  devem usar o óleo ​​com cuidado especial.
O Tea Tree Oil, parece conter agentes alergênicos, em geral, devem ser utilizadas as seguintes medidas: Não aplicar na pele ferida, prestar atenção às áreas sensíveis, como olhos, nariz e boca e diluí-la antes de aplicar as membranas mucosas.O thé  tree mesmo sendo utilizado principalmente para doenças físicas, o óleo da árvore do chá também age tonificando o sistema nervoso no caso de fadiga, fadiga mental, de inércia, tendência à depressão, especialmente em pessoas com defesas debilitadas e que sofrem de depressão imunológica.Em qualquer caso, o uso de óleo essencial deve ser evitado em crianças, durante a gravidez e a
amamentação e é tomado oralmente, mas somente em pequenas quantidades.
A ingestão acidental pode resultar em manifestações tóxicas, incluindo depressão respiratória, sonolência, vômitos e diarréia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor me de a sua opiniao