Pesquisar este blog

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Candida Albicans, Como Curar



Neste artigo você encontrará os sintomas, um tratamento e uma dieta para combater a proliferação da

Cândida Albicans 

Eu estive doente por muitos e muitos anos.

Era iniciada como uma fraqueza qualquer, um certo desânimo, uns gases no estômago. 

Com o tempo a apatia foi tomando conta de mim, fui ficando cada vez mais irritável, depressivo e com o tempo fui experimentando distúrbios do sono como insônia, acordava no meio da noite e não conseguia mais dormir, cansaço extremo durante o dia.

As vezes dormia o dia inteiro e queria dormir ainda mais.

Comecei a notar uma certa dificuldade em aprender e uma constante dor na região lombar, um inchaço que me fazia pensar que a minha coluna estava destruída. 

Fiz inúmeros tratamentos para a coluna sem resultados. Tentei de tudo: rpg, quiropraxia, acupuntura, shiatsu, e inúmeros outros.

Descobri a homeopatia, a naturopatia, a Ervanária, a aromaterapia entre outras ciências que se mostram validas para vários sintomas sem chegar a ser resolutivas.

Sentia enormes dores nas juntas, fibromilgia, fraqueza, não conseguia abaixar para pegar um objeto no chão. 

Limpar a casa tinha virado um problema porque a posição envergada para usar o aspirador ou a vassoura me cansavam demais.

Quando os sintomas pioravam tomava sempre um tipo diferente de antibiótico ou antiinflamatório, as vezes até mesmo corticóides. 

Sabia que isto danificava muito a minha flora intestinal e o meu sistema imunitário mas não tinha alternativa e como compensação tomava  longos ciclos de lactobacilos.

Fui perdendo pouco a pouco o tom muscular e me sentia cada vez mais fraco. 
Iniciava um período na academia ou na piscina para renunciar poucos meses depois porque os sintomas pioravam muito.

Desenvolvi uma importante intolerância alimentar, descobri ser alérgico ao níquel, ao cloruro de cobalto e à resina hipossídrica, passei a ser intolerante à lactose além de desenvolver um certo nojo pela carne.

A minha dieta foi ficando impossível.

Nada de alcoólicos, fermentos, feijão, laticínios, arroz, massas em geral, alface, tomate, cenoura, café, chá e muitos outros alimentos que continham níquel..

Um naturopata me aconselhava a dieta constantemente, proibindo e liberando alimentos de modo a manter um certo equilibro.

Me sentia velho, cansado embora o meu aspecto exterior não o demonstrasse. Percebi que todas as minhas iniciativas eram frustadas cedo ou tarde pelas minhas condições de saúde. Comecei então a perder a confiança em mim mesmo, tinha medo de começar qualquer coisa visto a serie longa de falimentos que eu tinha enfrentado.

Um dia descobri algumas manchinhas brancas na língua que me foram diagnosticadas como Candidíase sem dar muito peso pra o problema.


Me disseram  o que é a cândida:


A cândida é uma levedura comum que pode ser encontrada no intestino e em certas mucosas, como nariz, vagina e boca. 

Ao contrário do que muita gente pensa, a cândida normalmente é incapaz de causar doenças em pessoas saudáveis, mas a vida moderna, cheia de produtos industrializados e drogas, como antibióticos, anticoncepcional e açúcar, faz a cândida se multiplicar desordenadamente, ramificando-se e colonizando sobretudo o intestino. 

Surge assim a candidíase - a doença causada pelo excesso de cândida no organismo.

Pode ser por causa de um tratamento longo de antibiótico, uma quemioterapia, um stress muito grande, uma cirurgia, ou uma qualquer doença grave que debilite muito o organismo, como câncer, infecção de hiv, etc. a causar a Candidíase.

Me lembrei dos vários tratamentos que tinha feito com antibióticos, especialmente quando sofri de nefrite na minha adolescência.
Curei a Candidíase aparente na minha língua e pensei que o problema tivesse sido resolvido.Sem erupções aparentes na boca nem no corpo continuei levando a minha vida como melhor podia.


Finalmente descobri a yoga. 


Isto deu uma reviravolta na minha vida. Muitas coisas mudaram, aprendi a
Crown Pose
mover melhor o meu corpo, os sintomas na coluna desapareceram,  melhorei a postura, meus músculos se flexibilizam enormemente, aprendi a levar um estilo de vida mais saudável, comer vegetariano e principalmente aprendi a meditar. Fiquei mais calmo, mais centrado, relaxado. 


Eliminei os antidepressivos.

Embora sentisse que os efeitos do yoga eram superlativos, reconhecia que o problema não tinha sido resolvido na raiz.

Tive sérios problemas de digestão durante uma viagem àos himalayas na India com o grupo com o qual fazia yoga. 

Por dez dias não consegui ir ao banheiro e não conseguia mais caminhar sem muletas. 

Me sentia tão fraco que podia cair em qualquer lugar, não conseguia nem subir um meio-fio sem um apoio.

Dias depois fomos, um grande amigo meu e eu visitar o santuário de  
Mediugórie, na Croácia, naquela ocasião eu precisava de uma cadeira de rodas porque não conseguia me locomover autonomamente.

Em seguida me foi diagnosticada uma necrose ascéptica na cabeça do osso do fémur e assim precisei de uma prótese de titanium.

Um ano depois fiquei confuso, desnorteado e depois inconsciente na Itália. Perdi a consciência dentro de um trem e acordei no pronto socorro de San Benedetto del Tronto de onde me liberaram por não encontrarem a razão do meu problema. 
Em seguida  vaguei por dois dias e duas noites inteiras debaixo de uma tempestade de neve a uma temperatura de 12 graus negativos sem reconhecer onde estava e sem conseguir voltar para casa.

Era o inverno de 2011/12 que ficou  famoso por ter sido um dos invernos mais rigorosos da costa oriental da Itália.

Finalmente me recolheram e internaram no hospital de Giulianova onde fiquei em coma por alguns dias, depois fui transferido para o hospital de Teramo onde fiquei por quase um mês internado enquanto os médicos procuravam uma razão pelo ocorrido, sem sucesso.

Mi safei milagrosamente sem seqüelas.

Mudei da Itália para o Brasil na esperança que tudo se resolvesse com a presença da família, do afeto dos amigos, de uma nova “familia” que conheci, a CCB. 
Ali encontrei realmente a presença de Deus. Fui recebido e envolvido com amor pela irmandade e por um período o meu estado de felicidade me fez esquecer boa parte dos meus sintomas.

Todavia o problema persistia. 

Decidi então voltar para a Europa, desta vez para Berlim.
Ali fazendo outras pesquisas, juntei os fatos e descobri que a única raiz de todos os meus sintomas era uma só: a famigerada Candidíase, provocada pela maléfica Cândida Albicans.
Percebi que tinha alguns dos principais sintomas da candidíase, entre outros.

Exponho abaixo alguns dos principais sintomas que se manifestam geralmente somente a título informativo:

Alergia a comidas.

Depressão.
Diarreia e/ou prisão de ventre.
Dor de cabeça.
Dor no peito e nas articulações.
Dores menstruais.
Fadiga crônica, especialmente depois de comer.
Hipoglicemia.
Inchaço no sistema linfático.
Infecções de fungos na pele (pé de atleta e fungos variados).
Infecções vaginais e orais.
Confusão mental
Insônia.
Lapsos de tempo.
Mucosidade excessiva na garganta, nariz e pulmões.
Mudança repentina de humor.
Perda de memória.
Pouca coordenação motora.
Psoríase
Sensação de embriaguez depois de comer alimentos com grande concentração de carboidrato.
Sensação de inchaço e gazes após as refeições.
Sentimentos de raiva e agressividade, sobretudo depois de comer alimentos doces.
Suores noturnos.
Visão ofuscada.
Vontade de comer alimentos como pães e doces.

Tais sintomas podem vir juntos ou separados.

Quem quiser uma lista mais exaustiva dos sintomas pode consultar neste site

Tem também um questionário, sempre em inglês, para identificar melhor se você tem um super aumento de Cândida no seu organismo.

A cura consiste em matar a Candida de fome.

Não existem remédios eficazes, exceto o óleo essencial de Angélica Arcangélica, difícil de encontrar no Brasil e por ser um óleo muito raro e difícil de extrair custa em torno de 65,00 euros no site 
É um site italiano e não sei se expedem para o Brasil.

De qualquer forma somente o tratamento com o óleo não funciona.
É preciso também considerar que este é um dos óleos essenciais mais falsificados que existem. 
Por ser muito raro e de difícil extração, muitas  vezes são vendidos produtos químicos que nada têm a ver com o óleo. 
Quem quiser comprá-lo verifique que não custe menos de 60,00 euros.
É preciso matar a cândida de fome e para isso precisa eliminar completamente da nossa dieta alimentos como o açúcar.

Vou listá-los em seguida.

É preciso melhorar o sistema imunitário tomando vitaminas do complexo B e C,
É preciso também limpar o sistema digestivo de todas as porcarias que se foram acumulando durante os anos com fermentos lácteos específicos.
É também necessário reestabelecer a flora intestinal assumindo outros tipos de lactobacilos lácteos e o mais importante, que tem que ser feito imediatamente.

DIETA CONTRA A CANDIDA ALBICANS


No começo a dieta Cândida pode parecer esmagadora, mas você só deve ficar nela por algumas semanas. Você pode então usar a fase de desafio da Dieta Candida para começar a adicionar os alimentos de volta observando os sintomas. Se um alimento provoca algum sintoma, não o coma.

Eu nunca penso em voltar para a minha dieta pré Candida. Ao fazer minha pesquisa sobre a cura da Cândida albicans, descobri que a dieta americana padrão (SAD) é responsável pela maioria das doenças degenerativas que afetam a sociedade de hoje. Isso vale para gran parte dos produtos brasileiros que encontramos nos supermercados.
A maioria é modificada geneticamente, as sementes são produzidas em modo que não reproduzam duas vezes, a química tomou conta das lavouras e a grande produção de alimentos está empobrecendo os alimentos que chegam à nossa mesa.
Seria ideal comprar somente alimentos biológicos mas isto é impossível visto que não se encontram facilmente e custam demasiadamente caros para o brasileiro comum.
Quem tiver a opção de cultivar umas verduras em casa sem inseticidas, adubos e insumos químicos com certeza tem uma grande vantagem na manutenção de uma boa saúde.

Depois de conseguir eliminar as toxinas do seu sistema digestivo, você vai se surpreender de como você vai se sentir. E como você se sentia mal comendo os alimentos da sucata que você chamava de supermercado.

Dieta:

Os alimentos que devem ser evitados


   
Não coma açúcar ou quaisquer formas de açúcar;
    Não coma alimentos brancos (açúcar branco, farinha branca e arroz branco);
    Não coma grãos
    Evite produtos de trigo e trigo 
    Pães
    Massas
            Qualquer produto que tenha farinha como ingrediente
        Evite milho
        Evite produtos de soja
    
  Evite mariscos contaminados por mercúrio;
    Não coma cogumelos e outros fungos;
    Não coma amendoim ou pistache;
        Qualquer produto que contenha amendoim;
    Não use vinagre ou alimentos armazenados em vinagre;
    Evite os aditivos alimentares;
    Evite conservantes;
    Evite alimentos processados;
    Evite alimentos em um saco, caixa ou lata;
    Evite alimentos hidrogenados;
    Evite adoçantes artificiais;
        Use Lakanto, Stevia ou xilitol para adoçar os alimentos;
    Óleos vegetais ou  qualquer coisa cozida em óleos vegetais;
            Frutos do mar contaminados por mercúrio;
Cebola.


             Comer os seguintes alimentos:


Comer muitos vegetais

Alho
Comer toranja (grapefruit).
É um citrino híbrido, resultante do cruzamento do pomelo com a laranja.  Também é conhecido pelos nomes de jamboa, laranja-melancia, laranja-romã eetc.
Coma maçãs verdes
Coma abundância de proteína de qualidade
Coma carnes de animais alimentados com capim
Frutos do mar sem contaminação de mercúrio
Proteína em pó de qualidade
Proteínas potentes
Feijões
Beba muita água pura
Beber chá verde
Use a farinha de coco, farinha de amaranto ou  farinha de quinoa em vez de farinha de trigo
Use óleo de côco ou azeite extra virgem para cozinhar
Coma alimentos naturais saudáveis
Compre preferivelmente direto do produtor
Alimentos orgânicos
Consumir produtos lácteos crus
Leite Cru
Manteiga de leite cru
Queijo de leite cru
Creme de Leite Cru
Ghee

Gorduras saudáveis
Nozes
Pinhão
Abacate
Azeitonas
Azeite Virgem Extra
Óleo de coco  Extra Virgem
Óleo de Macadâmia
O óleo de linhaça
Óleo d enoyes
Óleo de Semente de Abóbora
Óleo de semente de gergelim
Use sal marinho, em vez de sal de mesa
Comer  75% de alimentos crus na sua dieta
Comece com sucos centrifugados de vegetais crus
Adicione um dente de alho
Adicione um pouco de chlorella ou spirulina
Adicione um pouco de salsa crua
Adicione alimentos fermentados para a sua dieta
Iogurte (sem açúcar)
Chucrute Natural
Kefir
Legumes cultivados sem produtos químicos
Kombucha
Um tratamento foi identificado para a cura da Candidíase e vou publicar a parte mais saliente dele aqui, esperando que seja útil aos meus leitores.

Os antifungicidas indicados no combate à Candidíase são:


  • Nystalin
  • Amphotericin B
  • Terbinafine
  • Fluconazole
  • Itraconazole
  • Ketoconazole
Os antifungicidas naturais para quem quer preservar o figado são:

Óleos essenciais para uso tópico:


  1. Angélica Arcangélica
  2. Eucalyptos Citriodora
  3. Lemongrass
  4. Callistemom Lancedatus
  5. Cinnamomum Canphora
  6. Lemon tree
  7. Tagets Petula
  8. Bergamot
  9. Santalum Spicatum
  10. Maleleuca Alternifoglia

Depois de uma ataque de Candidíase precisamos reparar os danos causados ao nosso organismo como quando fazemos um tratamento com antibióticos:


  • Tomar Anti-radicais livres,
  • Um complexo antioxidante,
  • Multi vitaminas de altíssima qualidade,
  • Suplemento de sais mineirais,
  • Acidos gordos essenciais ALA, DNH e EPA encontrados no óleo de peixe e no óleo de Krill, melhor este ultimo,
  • Vitamina D preferivelmente em spray.

Desintoxicar o organismo com suplementos fibrosos como:


  • Psyllium husks
  • Casca de Olmo
  • Alfafa
  • Fibra de Glucomannan
  • Semente de Chia
  • Casca de ervilha
  • Cascara sagrada para limpar o colon
Ingerir bacterias "amigas" com uma capsula de  probióticos por dia.

Creio que isto seja suficiente.
Se você leu até aqui talvez isto signifique que precisa deste tratamento; posso então somente desejar uma grande "In bocca al lupo", como se diria na Itália. E' um modo de desejar boa sorte, como no teatro, sem que esse desejo se transforme em azar.